quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Nosso mundo é tão cheio de maravilhas que novos e surpreendentes lugares são descobertos a cada dia, seja por fotógrafos profissionais ou amadores. Diferentes localizações geográficas, condições climáticas e até mesmo estações oferecem a mais ampla variedade de belezas naturais: lagos cor de rosa, campos de lavanda ou tulipas deslumbrantes, cânions e montanhas de tirar o fôlego, e outros lugares que mal podemos acreditar que realmente existem.Eis aqui uma bela seleção de imagens que mostram diversos lugares lindos ao redor do mundo. São lugares fantásticos, uns obras exclusivas da natureza, outros tiveram uma ajudinha de mãos humanas. Veja essa galeria épica de lugares que qualquer um gostaria de conhecer para comprovar sua existência.

1. Deserto de sal de Uyuni, Bolívia

01
História do Deserto de Sal ou Salar de Uyuni
Há cerca de 40 mil anos a área do atual deserto de sal fazia parte do lago Michin, um gigantesco lago pré-histórico. Quando o lago secou, deixou como remanescentes os atuais lagos Poopó e Uru Uru, e dois grandes desertos salgados, Coipasa (o menor) e o extenso Uyuni. O Salar de Uyuni tem aproximadamente 10582 km² de área,1 ou seja, é maior que o lago Titicaca, situado na fronteira Bolívia-Peru e que apresenta aproximadamente 8300 km².
Estima-se que o Salar de Uyuni contenha 10 bilhões de toneladas de sal, das quais menos de 25 mil toneladas são extraídas anualmente. Além da extração de sal, o deserto de sal também é um importante destino turístico. Seus principais pontos de visitação são o hotel de sal, desativado, e a Ilha do Pescado, com suas formações de recife e os cactos de até 10 metros de altura

2. Lago Hillier, Austrália

02
História do Lago Hillier
No oeste da Austrália, mais precisadamente em Middle Island, está o Lago Hillier e sua curiosa água cor de rosa intensa. Com aproximadamente 600 metros de largura, foi descoberto em 1802 pelo navegador britânico Matthew Flinders, que já o encontrou nesta cor.
Diversas teorias sobre a coloração exótica são explicadas. Alguns cientistas acreditam que o fenômeno envolve baixa concentração de nutrientes junto com a mistura de diferentes tipos de algas e bactérias. Já outros acreditam que a cor pode ser formada pela reação da água salgada com um depósito de bicarbonato de sódio na região ou bactérias halófilas vermelhas nas crostas de sal.

3. Floresta de bambu, Japão

03
História da Floresta de Bambu
Sagano Bamboo Forest ou Floresta de Bambu é um lugar especial no mundo, uma floresta em Arashiyama, a 30 minutos de Kyoto ,no Japão. A beleza natural é linda e encanta o visitante pelos sons produzidos pelo vento soprando por entre os bambus. Um lugar relaxante, aonde os nobres japoneses sempre iam em busca de refúgio e meditação. O bambu é o simbolo da longevidade na China, de amizade na India e no Japão. Muitos santuários são cercados por florestas de bambus porque a consideram uma barreira sagrada contra o mal. É considerada uma das mais bonitas florestas do Japão, um lugar aonde se apura a visão e a audição, um retiro espiritual. Você se lembra da maravilhosa floresta de bambu do filme "O Tigre e o Dragão"? Foi em uma outra floresta da China parecida com esta, aonde foi filmado mostrando a fôrça verde da natureza.

4. Praia vermelha, Panjin, China

04
História da Praia Vermelha 
Todos os anos milhares de turistas, tanto chineses de outras partes do país quanto estrangeiros, se deslocam a Panjin na província chinesa de Liaoning, a nordeste do país, na fronteira com a Coréia do Norte, para ver de perto o fenômeno da Praia Vermelha. Na verdade o que acontece é que as águas do Mar Amarelo, em algumas praias daquela província, tornam-se vermelhas no outono porque as algas marinhas costeiras, abundantes na região, começam a morrer, ganhando essa tonalidade. Apesar de ser um processo natural temporário, cria um espetáculo todo especial. Apesar de receber a definição de "algas vermelhas", o fenômeno reúne muitos tipos de plantas - desde pequenas criaturas unicelulares até uma espécie de grama do mar - que, ao contrário das nossas habituais plantas verdes, surgem pintadas de vermelho.

5. Lago Retba, Senegal

05
História do Lago Retba
No Lago Retba a água não é azul, mas sim rosa. A alta concentração de sal - em algumas áreas chega mesmo aos 40%, provoca esta mudança de cor. Em entrevista ao Daily Mail, o microbiólogo Michael Danson explica o fenómeno "A água adquire esta cor por causa da alga Dunaliella Salina, que adora sal. Além disso, produz um pigmento vermelho que absorve e usa a energia da luz solar para criar ainda mais energia, alterando assim a sua cor".

6. Monte Roraima, América do Sul (tríplice fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana)

06
História do Monte Roraima
Na América do Sul, o monte Roraima, um dos mais altos planaltos da região, tem duas características pouco comuns: além de se estender por três países (Venezuela, Brasil e Guiana), é completamente plano. Alvo de lendas e superstições, é hoje tema de documentários sobre a Natureza, explorações científicas e escaladas para os mais aventureiros. roraima mountain montanha plana Está entre as formações geológicas mais antigas da Terra, quando os continentes ainda nem estavam separados, há cerca de dois biliões de anos. O Monte Roraima foi ganhando este aspecto devido à acção do vento e da chuva, que foram “moldando” as suas rochas.

7. Cavernas de gelo de Mendenhall, Alasca
07
História das Caverna de Gelo de Medenhall
glaciar Mendenhall tem cerca de 19 km de comprimento e está localizado no Vale de Mendenhall, a cerca de 19 km do centro de Juneau, na região sudeste do Alasca. Uma das atrações mais impressionantes do glaciar é sua caverna de gelo extremamente azul – a combinação das fantásticas paredes de gelo com a luz solar proporciona a visão incrível.

8. Hitachi Seaside Park, Japão

08
História do Hitachi Seaside
Este parque muda cada temporada com o visor de flores e árvores, por isso vale visitar qualquer época do ano. É bem definido e se você não é até uma curta caminhada, há um pequeno autocarro/vagão que vai em volta com freqüência.O parque em si, não é muito grande. Sua área abrange apenas cerca de 3,5 hectares, porém a cada temporada, você vai encontrar uma variedade diferente de flores florescendo sobre o “Miharashi no Oka“, uma maravilhosa colina, que nas partes mais elevadas, pode-se ter uma vista panorâmica do Oceano Pacífico. Embora não seja a vista para o mar que atraia as pessoas até Hitachinaka – São os magníficos jardins do Hitachi Seaside Park. Em 2011, a pequena cidade que fica na costa leste do Japão, foi devastada pelo grande tsunami. Hoje em dia, a região foi restaurada e os belos jardins voltaram a encantar os olhos dos visitantes.

9. Túnel do amor, Ucrânia

09
História do Túnel do Amor, Ucrânia
Encontramos o destino perfeito para os apaixonados! O Túnel do Amor, localizado na Ucrânia, era um local utilizado para abrigar uma parte dos trilhos do trem que passava por ali. Como o trem não passa mais, ele se tornou um dos lugares mais românticos do planeta.Como as árvores foram deixadas crescer livremente ao redor dos trilhos, o trem foi a única intervenção que moldou o caminho. Hoje o Túnel do Amor é altamente popular entre os amantes: acredita-se que se duas pessoas são sinceras com seus sentimentos e atravessarem o túnel, de mãos dadas, todos seus desejos se tornam realidade.

10. Túnel de glicínia, Japão

10
História Túnel de Glicinías no Japão
Um túnel incrível de flores é a atração principal do jardim Kawachi Fuji, localizado na cidade de Kitakyushu, há quatro horas de Tóquio, Japão. Os 150 pés de glicínias chinesas em 20 espécies diferentes fazem os visitantes apreciar caminhando maravilhados com tanta beleza. Conhecida como flores da ternura, as glicínias são utilizadas principalmente para decoração e as variedades chinesas tem um delicioso aroma de lavanda, perfumando e enfeitando o ambiente. A melhor época para visitação do jardim é entre abril e maio, nesse período as flores desabrocham deixando o túnel ainda mais belo.

11. Campo de lavanda, França

11

História do Campo de Lavanda


A lavanda, mais conhecida como alfazema, é um gênero das 39 espécies de plantas com flores da família Lamiaceae. Estes pequenos arbustos, perenes são endêmicas das Ilhas Canárias, norte e oeste da África, sul da Europa e no Mediterrâneo, Arábia e Índia.. Muitos membros do gênero são cultivados extensivamente em climas temperados como plantas ornamentais para jardim e uso da paisagem, e também comercialmente para a extração de óleos essenciais (esse perfuminho agradável que tanto conhecemos).

12. Rua em Bonn, Alemanha

12

História da Rua em Bonn

O túnel Cherry Blossom (Heerstrabe) está localizado na cidade alemã de Bonn. É uma rua tranquila sobre a qual se formou uma passagem feita com uma série de belas árvores de flores de cerejeira. O momento perfeito para visitá-lo é, obviamente, na primavera alemã.

13. Campo de flor de canola, China

13

História do Campo de Flor de Canola

Em toda primavera surge um oceano de flores amarelas no condado de Luoping, uma área pouco
desenvolvida a leste da Província de Yunnan, na China. São canolas, usadas para a produção de óleo para humanos, animais e biocombustível. Elas cobrem absolutamente cada pedacinho de terra visível. Fantástico.
Quando você vê ao vivo, é tão incrivelmente bonito e vasto que chega a confundir seus sentidos. Tanto que o condado inteiro tornou-se um destino obrigatório para turistas.


14. Floresta Negra, Alemanha
14

História da Floresta Negra

A Floresta Negra, chamada em alemão de Schwarzwald, possui 200 quilômetros de comprimento e 60 quilômetros de largura. É uma das maiores regiões de férias e a mais conhecida na Alemanha. Possui a Rota de Turismo mais antiga da Alemanha, a Rota da Floresta Negra.
Famosa pelos seus relógios-cuco e pela torta Floresta Negra, esta região foi o berço do esqui na Europa Central, trazido principalmente por estudantes noruegueses da Universidade de Freiburg. O primeiro clube de esqui, o SC Schwarzwald, na montanha Feldberg, que tem uma altura de 1.493 metros, foi fundado em 1895. Foi aqui que os primeiros esquis de madeira da Alemanha foram produzidos, e o primeiro teleférico do mundo foi construído, em 1907. Hoje, a região de Feldberg é um dos maiores resorts de esqui fora dos Alpes.

15. Campo de chá, China

15

História não encontrada

16. Mina de Naica, México

16

História da Mina de Naica

A mina de Naica no México é conhecida pelos seus cristais extraordinários. Em grutas gigantes os exploradores encontraram cristais de selenite com um metro de diâmetro e quinze metros de comprimento. Conhecida como a Gruta dos Cristais Gigantes, encontra-se a 305 metros de profundidade. Os cristais são resultado da emanação hidrotérmica das camadas magmáticas inferiores. Nesta época em que poucos acontecimentos nos assombram, a natureza nos brinda com uma extraordinária e única oportunidade para admirar, conhecer e proteger, um local excepcional, uma maravilha única de nosso planeta por sua grande beleza, valor geológico e científico: as Grutas de Naica, localizadas numa área de exploração Mineral, no estado de Chihuahua ao norte de México. Essas grutas, com temperatura de até 60° C e umidade de 100%, o berço dos cristais gigantes! Uma floresta de cristais, os maiores do Planeta. Um lugar além da imaginação, além de qualquer sonho...

17. Takinoue Park, Japão

17

Historia do Takinoue Park

A flor de Flox musgo e seu aroma doce único inspirar entusiasmo nos corações do povo de Hokkaido. Isso ocorre porque a aparência da flor Flox musgo anuncia o verdadeiro início da primavera, dizendo ao povo de Hokkaido que não é mais frio. Portanto, este parque de 10.000 metros quadrados cheio de flores phlox musgo é uma visão verdadeiramente surpreendente e inspiradora.

18. Antelope Canyon, Estados Unidos

18

História do Antelope Canyon

O nome vem de uma época em que os antílopes correu selvagem nos canyons, mas os únicos animais que você verá hoje em dia são outros seres humanos. A 600 metros de comprimento trecho superior do antílope, que também é conhecido como o saca-rolhas, é o mais popular dos dois cânions. As paredes podem chegar a 120 pés, e é mais fácil acesso; explorar a os Crack-requer subir e descer escadas de metal meia milha Lower Antelope-ou. Os visitantes superior do antílope também são mais propensos a ver raios de luz solar, que são apreciados pelos fotógrafos. (Carangas mais lentas vão querer saber que há um limite de duas horas em cada um canyon.)

19. Zhangye Danxia, China

19

História da Zhangye Danxia

Elas parecem ter sido pintadas à mão, mas são obra de milhões de anos de ação geológica.
Multicoloridas, as montanhas do Parque Geológico Zhangye Danxia chamam a atenção dos turistas cada vez mais numerosos que vão até a província de Gansu, no norte da China.
saiba mais
Viajantes elegem as melhores ilhas do planeta; veja fotos das 10 primeiras
Grande buraco azul no meio do mar é paraíso do mergulho no Caribe
Rodeado de lagoas e flamingos, deserto de sal é atração na Bolívia
Grutas de mármore em lago turquesa são atração na Patagônia chilena
Piscinas de 'champagne' e de lama são atração em área da Nova Zelândia
Esse tipo de geomorfologia única, encontrada apenas na China, consiste em formações de arenito e outros depósitos minerais que foram se acumulando por mais de 24 milhões de anos.
O movimento da crosta terrestre, junto com fatores externos, como vento e chuva, foram criando camadas de diferentes cores, texturas, tamanhos e padrões.
Não muito conhecida, a cidade de Zhangye está chamando a atenção dos turistas que querem ver de perto essa paisagem curiosa.
Passarelas e estradas estão sendo construídas ao longo das montanhas para encorajar os visitantes a explorarem a área.

20. Hang Son Doong, Vietnã

20

História da Hang Son Doong

Cercada pela selva e usada na guerra do Vietnã como um esconderijo contra os bombardeios norte-americanos, a passagem da caverna é tão grande que poderia prender um bloco/quadra  de prédios com arranha céus com até 40 andares. Sua entrada só foi redescoberta por espeleólogos britânicos em 2009.Com mais de 650 metros de altura e quase 500 m de largura, HANG SON DOONG (Caverna do Rio da Montanha) é acreditada para ter quase o dobro do tamanho da atual caverna detentora do recorde. A equipe britânica, que foi assistida por representantes da Universidade de Ciência de Hanoi , disse que acredita que Hang Son Doong é maior do que o veado Deer Cave (Caverna do Veado) em Sarawak, na Malásia, que tem mais de 100 metros de altura e 90 metros de largura e atualmente é reconhecida como a maior passagem subterrânea do mundo.

21. Campo de tulipas, Holandatulipa

21

História do Campo de Tulipas

A admiração pelas tulipas não conhece limites. Sete milhões de tulipas florescem anualmente em Keukenhof, o maior parque floral do mundo. E durante a parada da flor, dúzias dos flutuadores adornados com tulipas e outras flores desfilam através dos campos do tulipas do Bollenstreek (região do bolbo). Ambos os eventos da flor atraem centenas de milhares de amantes da flor. Havia uma vez uma flor que era incapaz de se fixar em qualquer lugar. Das montanhas no Casaquistão, o bolbo da flor vagueou na Pérsia, na China e na Turquia. Até que um cientista holandês levou o bolbo consigo para um pequeno país Europeu. Lá a flor apreciou o clima e o solo, e os habitantes se apaixonaram imediatamente pela flor tornando-a logo um símbolo nacional. Parece uma estória de conto de fadas, mas essa é a verdadeira estória da tulipa.

22. Montanhas Tianzi, China

22

História das Montanhas Tianzi

A montanha Tianzi  (天子山) está localizada em Zhangjiajie na província de Hunan, perto de Vale do Suoxi. “Tianzi” significa “filho do céu” e é o epíteto tradicional do imperador chinês. Com muita água e com milhares de picos são as montanhas Tianzi. Uma obra de arte incrívelmente feita pela natureza. O pico mais alto das montanhas é 1262,5 metros acima do nível do mar. Em torno dele está rodeado de cristas e picos de rochas altas,e surpreende com  mais de 3.100 pilares pétreos que chegam a 200 metros de altura no meio de um denso bosque. Uma área de paisagens  maravilhosas reconhecida como Patrimônio da Humanidade (Unesco) desde 1992. No topo das montanhas, se pode ver inúmeras colinas sinuosas e vales profundos da área de Wulingyuan, bem como cachoeiras  e pinheiros nobres de muitos anos à deriva em brumas e nuvens. Existem diferentes vistas dependendo das estações e as mudanças do tempo, às vezes o tempo é bom, com céu azul e às vezes, é cheio de nuvens e nevoeiros. Assim como a Montanha Amarela, Tianzi também foi fonte de inspiração para o filme Avatar.

0 comentários:

Postar um comentário

Mais lidas Todo blog